Letra Completa

Brigou de novo
E agora é sério
Cabou de vez?
Aham! Sei

Não é de se estranhar
Você gritar na minha porta
Quatro e pouco da manhã
Espero você sem saber
O dia que vai terminar outra vez

E quando vai aparecer
Eu queria sair, me relacionar
Mas e o medo de você brigar
Vir aqui, bater na minha porta
E eu não tá

Eu sou o quebra galho dessa relação
Cê me enche de expectativa
E diz que precisa de mim na sua vida
Mas quando a raiva passa, eu já não sirvo, não

Você volta ilesa pra casa
E adivinha quem sobra
Com a granada na mão?
Eu, eu
O iludido da situação
Eu, eu
O iludido da situação

Espero você sem saber
O dia que vai terminar outra vez

E quando vai aparecer
Eu queria sair, me relacionar
Mas e o medo de você brigar
Vir aqui, bater na minha porta
E eu não tá

Eu sou o quebra galho dessa relação
Cê me enche de expectativa
E diz que precisa de mim na sua vida
Mas quando a raiva passa, eu já não sirvo, não

Você volta ilesa pra casa
E adivinha quem sobra
Com a granada na mão?
Eu, eu
O iludido da situação
Eu, eu
O iludido da situação